O Poro busca em suas ações:

  1. Apontar sutilezas
  2. Criar imagens poéticas
  3. Trazer à tona aspectos das cidades que se tornam invisíveis pela vida acelerada nos grandes centros urbanos
  4. Estabelecer discussões sobre problemas da cidade (concreto/vegetação, falta de cor, crescimento não sustentável, especulação imobiliária etc)
  5. Refletir sobre as possibilidades de relação entre os trabalhos em espaço público e os espaços expositivos institucionais como galerias, museus etc.
  6. Lançar mão de meios de comunicação popular para realizar trabalhos: panfletos tipo milheiro (cartomantes, compro ouro etc), cartazes tipo lambe lambe, faixas
  7. Reivindicar a cidade como espaço para a arte.
  8. Re-poetizar a vida